A supernaked com estilo neo-retrô foi vista na europa e usa motor e chassi da KTM 1290 Superduke

Imagens: Ride Apart

Protótipos da Vitpilen 1301 estão em desenvolvimento desde de 2016. Infelizmente, a neo-retro ainda não estreou. Além disso, o modelo em que a Vitpilen “bombada” é baseado, a KTM 1290 Super Duke R, mudou nos últimos seis anos, adotando um subquadro composto, LC8 V-twin retrabalhado e pacote eletrônico atualizado.

Com a Super Duke de última geração pronta, é o momento perfeito para ressuscitar o projeto Vitpilen 1301, e fotos recentes dos testes do Husky na Europa mostram o progresso do projeto. Aqui, a linha Vitpilen não fez muito sucesso, principalmente pelo fato de as motos serem todas importadas e extremamente caras. A Superduke também é difícil de se encontrar pelo mesmo motivo, porém as pequenas Dukes 390 e 200 tem tido vendas razoáveis, justamente por serem montadas aqui e terem preço competitivo. Quem sabe um dia as Husqs não passam para a linha de montagem nacional? Aí sim elas se tornariam mais acessíveis.

Mas, por enquanto, podemos dizer que a vinda da Vitpilen 1301, prevista para ser lançada em 2023, ainda é improvável, já que venderia em quantidades baixíssimas. Por outro lado, talvez seja possível adquirí-la através da importadora oficial da Husqvarna no Brasil, a Power Husky.

Moto Adventure, a Revista dos Melhores Motociclistas

Let’s Go Together! 

Deixe uma resposta