Acompanhe a segunda parte da saga dos motociclistas que saíram de Santa Catarina em uma viagem de 14 mil quilômetros pela América do Sul a bordo de antigas Harley-Davidson carburadas

TEXTO E FOTOS: IVAN JOSÉ COELHO

O aventureiro Ivan José Coelho é realmente incansável! Ao lado dos seus amigos, ele saiu de Santa Catarina e percorreu alguns países da América do Sul, num percurso de 14 mil quilômetros. E o mais interessante: tudo isso a bordo de motos antigas, várias Harley-Davidson carburadas, entre elas os modelos Fat Boy 1998, Road King 1998, Road King !998, Heritage 1996, Fat Boy 1998, Fat Boy 1997 e Heritage 1997. Acompanhe a segunda parte do roteiro nas palavras do próprio aventureiro.

Aproveitando a culinária

“Ficamos mais um dia em Salta, na Argentina, e aproveitamos a boa culinária local com seus ótimos vinhos para, no dia seguinte, seguirmos para Susques – última cidade antes da entrada no Chile. Esse passeio rendeu mais 330 quilômetros rodados. Deixamos Salta no retrovisor e abrimos nossa mente para novas descobertas.Partimos para La Cornisa, uma estrada estreita e com muitas curvas, um deleite para os amantes das duas rodas.

Saímos de Susques em direção ao objetivo principal da nossa viagem: São Pedro de Atacama. O passeio nos brindava com paisagens paradisíacas eficamos deslumbrados com a beleza dessa região. Chegando a São Pedro de Atacama, não perdemos tempo.Logo pela manhã fomos conhecer os lagos altiplanos, onde podemos fotografar os flamingos, beleza ímpar daquela localidade.

Gêiser Del Tatio à vista

Continuamosesse dia visitando os gêiseres, onde nos deliciamoscom as belezas naturais. Nesse dia mudamos para a Casa Sorbac, que cuida do acampamento no meio do deserto. Ali tiramos algumas dúvidas e resolvemos passar a noite, para, na manhã seguinte,partirmos em direção ao nosso acampamento refúgio.

Decidimos então acampar em meio ao Deserto do Atacama, com a ajuda dos guias Pedro Paulo e Camilo, da Casa Sorbac, que nos auxiliaram a seguir com nossas velhas e inseparáveis Harley ao local escolhido para o acampamento. Curiosidade: um ônibus da década de 1940 está abandonado há mais de 30 anos nesse local. Mais 311 quilômetros e chegamos até Antofagasta, no litoral chileno, onde já estávamos em contato com o Oceano Pacífico.Saímos de Antofagasta com o objetivo de conhecer “Mano del Desierto”. Então, ao amanhecer, seguimos em direção a Valparaíso, cidade vizinha a Viñadel Mar, e depois visitamos Santiago.

O objetivo do dia era conhecer a capital chilena e fazer alguns reparosnas motos na concessionária Harley-Davidson, mas a viagem de 120 quilômetros estava repleta de belezas, e uma delas é a belíssima Viña del Mar.

Finalizando a rota

Saímos de Santiago com destino a Mendoza, na Argentina. O dia estava ensolarado e, novamente, entorpecido pelas belas paisagens dos Caracoles. A Vila Mercedes nos presenteou com uma noite muito agradável, já que havia na cidade uma feira gastronômica e de artesanatos. Com bons restaurantes, a Vila Mercedes é uma parada obrigatória para os amantes do motociclismo. Dormimos em Rosário e seguimos para Termas do Arapey, no Uruguai, com isso, finalizamos nosso roteiro.

PARTICIPANTES:  

Biolo (Fat Boy 1998)

Lazinho (Road King 1998)

Laercio (Road King !998)

Charles (Heritage 1996)

Adriano (Fat Boy 1998)

Paulo (Fat Boy 1997)

Ivan (Heritage 1997)

PATROCINADORES DA SAGA:

Cervejaria Schorntein, Wings Custom e Construart Construtora

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS:

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here