Com apelo visual aventureiro, nova Honda XRE 300 Adventure chama a atenção por seu novo grafismo e cor

Texto: Egon Jenckel e Trinity Ronzella
Fotos: Trinity Ronzella

Teste Ride Honda XRE 300 Adventure

A combinação do amarelo e do preto deu uma identidade mais agressiva a essa representante on/off-road da Honda. Por onde se passa com ela, é possível até ouvir elogios. O visual da Honda XRE 300 Adventure realmente é uma grande novidade. No quesito “condução” ela continua com as mesmas qualidades: no trânsito do dia a dia a moto permite desvios sem maiores dificuldades e continua ágil e muito confortável para enfrentar as irregularidades das nossas ruas. Nas estradas a XRE 300 Adventure permite manter os limites máximos de velocidade das rodovias com tranquilidade e sua posição de condução é confortável. Para fixar as bagagens também não há problemas e a moto aceita uma boa carga com bons pontos de fixação.

Honda XRE 300 Adventure
Honda XRE 300 Adventure

AVENTURA

Carregada com o nome Adventure, nas estradas de terra a suspensão macia absorve bem os buracos e as irregularidades que surgem. Mas principalmente a suspensão dianteira chega sem muito esforço a dar fim de curso. E nesse aspecto o ideal é que ela fosse um pouco mais rígida. Mas essa suspensão macia resulta em grande conforto, tanto para o piloto como para o garupa. Somada à densidade da espuma do banco e ao seu desenho, surge um conjunto excelente que não exige muita altura de seu condutor, e isso também resulta em mais segurança.

E já que falamos de segurança, os freios Combined ABS ajudam o piloto, distribuindo a força de aderência e evitandom o travamento das rodas, o que resulta em frenagens mais eficientes e maior segurança em situações de emergência.

A reportagem pilotou a Honda XRE 300 Adventure em todo tipo de terreno. Rodamos 400 km em estradas com bom asfalto, com médias de velocidade entre 110 km/h e 120 km/h. Já nas ruas e avenidas, testamos a XRE 300 em meio ao trânsito pesado dos dias da semana. Depois a pilotamos por estradas de terra, em zona rural. Não satisfeitos, colocamos a XRE 300 Adventure em situações específicas dentro de uma pista de treinamento para off-road. Ali enfrentamos caixa de areia e brita, com passagens rápidas e mais vagarosas, além de subidas e descidas íngremes, nas quais testamos os freios ao extremo. A máquina também passou sobre troncos de madeira, já que tentamos reproduzir todas as situações que possam surgir.

O consumo da XRE 300 Adventure, a 100 km/hora em estrada, abastecida com etanol, ficou na casa dos 21 km/litro. Se a velocidade subir a 120km/h, essa marca irá para casa dos 19 km/litro. Mas se o caso for economizar, basta aliviar a mão do acelerador, pois a 80 km/hora o consumo da XRE 300 vai para mais de 24 km/litro, sempre com etanol.

Por fim, vale ressalvar: protetores de mão, de motor e uma suspensão um pouco mais rígida dariam um caráter muito mais aventureiro para o modelo.

Honda XRE 300 Adventure
Honda XRE 300 Adventure

UM POUCO MAIS

A Honda XRE 300 Adventure continua equipada com motor DOHC (Double Over Head Camshaft), com duplo comando no cabeçote de 291,6 cm³. Esse monocilíndrico de quatro tempos tem arrefecimento a ar alimentado por injeção eletrônica PGMFi, desenvolvendo potência máxima de 25,4 cv a 7.500 rpm e torque de 2,76 kgf.m a 6.000 rpm quando alimentados por gasolina e 25,6 cv a 7.500 rpm e torque de 2,80 kgf.ma 6.000 rpm quando alimentada por etanol.

O câmbio é de cinco velocidades com escalonamento engrenado, que permite melhor aproveitamento da potência e torque e transmissão final por corrente. A ciclística da XRE 300 utiliza uma configuração de chassi berço semiduplo, que oferece comportamento estável em qualquer tipo de terreno. O conjunto de suspensão utiliza garfo telescópico com 245 mm de curso na dianteira. Já a traseira conta com suspensão mono-amortecida tipo Pró-link com curso de 225 mm e balança de alumínio. Outro diferencial do modelo são os aros de alumínio cromatizado preto. Os pneus são para uso misto na configuração 10/90 – 21M/C (dianteiro) e 120/80 – 18M/C (traseiro). E nunca é demais citar o sistema de freios da XRE 300: o C-ABS (Combined ABS), sistema criado e desenvolvido pela Honda exclusivamente para modelos “on/off road”. Ele reúne os benefícios do ABS (Anti-Lock Brake System) e do CBS (Combined Brake System). Enquanto o primeiro evita o travamento das rodas em frenagem bruscas, facilitando o controle do veículo em situações de emergência, o segundo distribui a força de frenagem entre as rodas traseira e dianteira, aumentando a eficiência e evitando o mergulho da suspensão dianteira e perda de aderência e/ou travamento do pneu traseiro. Alie a tudo isso um painel de instrumentos do tipo Blackout que, além de oferecer ótima visualização, traz informações como velocidade, medidor e consumo de combustível, tacômetro, hodômetro total e parcial, além de luzes espiãs, que auxiliam no monitoramento da motocicleta e lampejador do farol. O tanque de combustível tem capacidade de 13,8 litros (reserva de 3,9 litros), além de tampa do combustível articulada.

IRMÃS

Além da Adventure, a linha 2017 da XRE 300 possui duas opções: na versão STD, as cores preto ou verde perolizado dão as cartas. Já na versão Rally, somente na C-ABS, o visual do modelo é inspirado nas tradicionais cores do Team HRC (Honda Racing Corporation) e dispõe de detalhes exclusivos como o tanque em azul em mesclas de linhas em tom tricolor (azul, vermelho e branco).

A Honda XRE 300 Adventure tem seu preço em R$ 16.890,00.

Na versão Standard o preço público sugerido do modelo é de R$ 16.190,00. Já a Rally, tem o preço de R$ 17.990,00. Os valores têm como base o estado de São Paulo, sem despesas com frete ou seguro. A garantia é de três anos sem limite de quilometragem, com fornecimento gratuito de óleo em sete revisões.

FICHA TÉCNICA

Tipo DOHC, monocilíndrico, 4 tempos, arrefecimento a ar

Cilindrada 291,6 cc

Potência máxima 25,4 cv a 7.500 rpm (gasolina) / 25,6 cv a 7.500 rpm (etanol)

Torque máximo 2,76 kgf.m a 6.000 rpm (gasolina) / 2,80 kgf.m a 6.000 rpm (etanol)

Transmissão 5 velocidades

Sistema de partida Elétrico

Diâmetro x curso 79,0 x 59,5 mm

Sistema alimentação Injeção eletrônica PGM-FI

Combustível Gasolina e etanol

Chassi Berço Semi duplo

Comprimento x largura x altura 2171 x 838 x 1181 mm

Distância entre-eixos 1417 mm

Distância mínima do solo 259 mm

Altura do assento 860 mm

Peso seco 146 kg / ABS: 153 kg

Suspensão dianteira/Curso Garfo telescópico / 245 mm

Suspensão traseira/Curso  Pro-Link / 225 mm

Freio dianteiro/Diâmetro Disco / 256 mm

Freio traseiro/Diâmetro Disco / 220 mm

Pneu dianteiro 90/90 – 21

Pneu traseiro 120/80 – 18

Versões STD, Rally e Adventure

VEJA TAMBÉM: Família 500 da Honda: linhas esportivas e melhor custo benefício.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here