Duas motociclistas brasileiras e 115 dias de liberdade na estrada em uma aventura do Brasil aos EUA, em comemoração para aos 115 anos da Harley-Davidson

POR CLÁUDIA TERRA
FOTOS: ANTONIO PIMENTA, JOHANES DUARTE/PHOTO AND ROAD, LET’S RIDE E KILL BOY

The Ride 115, esse é o nome da super viagem! O sonho: rodar do Brasil para os Estados Unidos para celebrar a festa de aniversário de 115 anos da Harley-Davidson em Milwauke (EUA). Ana Pimenta e Ana Sofia vão percorrer mais de 28.000 km em 115 dias, do Brasil aos Estados Unidos. Após um ano de planejamento, a aventura já tem data: terá início no dia 19 de maio, em Porto Alegre, com 9.040 km rodados no Brasil, e a chegada em Milwaukee, Estados Unidos, após 18.668 km rodados no berço da Harley-Davidson, com chegada prevista para o dia 29 de agosto. Durante a viagem, elas visitarão 113 concessionárias, sendo 14 no Brasil e 99 nos EUA, além de duas fábricas da marca, uma no Brasil e outra nos USA. Em terras tupiniquins. Serão 31 dias de viagem, tem dias que vamos rodar 300 km por dia, como teremos dias que rodaremos 800 km. Essa rota, inteira dentro dos USA, não conhecemos. São mais de 18.000 km pelos Estados Unidos. Claro que alguns trechos mais importantes já estamos familiarizados, mas ainda temos muitos lugares para conhecer”, diz Ana Pimenta. Fora dos Estados Unidos, o Brasil é o maior mercado da marca, e o país é o único que tem fabrica de montagem das motos HD, com fábrica em Manaus, região norte do País, área com a maior floresta e o maior rio do planeta.

O “The Ride 115” também fará um belo trabalho de conscientização sobre a prevenção do câncer de mama. Em sua campanha no Kickante, elas estão doando 2% do que conseguirem para a Fundação Laço Rosa. A doença atinge 1,4 milhões de homens e mulheres em todo o planeta. Campanhas como esta, o Outubro Rosa da Harley-Davidson, têm ajudado muito na conscientização das pessoas em vários países. “Nessa viagem queremos levar para o maior número de pessoas a mensagem de que os exames periódicos são decisivos na cura do Câncer de Mama. A chance de cura se diagnosticado precocemente é de 90%”, lembra o The Ride. A doação para a viagem é a partir de 30 reais, que poderá ser feita por meio de cartão de crédito e boleto. Saiba mais em: https://www.kickante.com.br/campanhas/ride-115-0

A viagem terá início em Porto Alegre até o Amazonas, de lá voarão para a Flórida, em voo comercial com suas Harleys. “Vamos de Porto Alegre-RS até Manaus (AM), e de lá para a Miami, na Flórida. Aqui dentro do Brasil foi bem difícil definir a rota, pois gostaríamos de visitar muitas cidades que não estão no nosso roteiro. Tanto cidades turísticas quanto algumas pouco conhecidas, menos povoadas. Voltaremos da saga rodando até o Brasil, porém, dentro do país, não vamos passar pelas mesmas rotas novamente”.

Escolhas

Ana Pimenta explica por que decidiram não seguir viagem rodando do Brasil para a América Central até os EUA. “Gostaríamos muito de passar pela américa Central, no entanto, achamos mais prudente fazer esse trajeto em outro momento, quando não teremos um compromisso, com data certa, visto que muitas coisas podem acontecer nesse território. Ainda não rodamos nesse trecho, mas a Ana Sofia já rodou de São Francisco, na Califórnia, até Cancun, no México”.

Veja o que dizem as meninas sobre os critérios para escolha das rotas e sobre a diversidade de paisagens pelas quais irão passar e contemplar a bordo das suas HD, na parte americana da viagem. “Fizemos um roteiro com a logística de passar por pontos que não conhecemos e, ao mesmo tempo, visitar as concessionárias HD. Todo trajeto que montamos tem uma razão. Os lugares que já conhecemos, sabemos como nos comportar melhor. Tem gente que acha que estrada é tudo igual, mas a mesma estrada, em cada sentido, pode ter uma vista diferente. Ou ainda, pode ter trechos da estrada que fecha depois de um determinado horário. Tudo isso você tem que levar em consideração. Imagina pilotar até chegar num trecho lindo, dentro de um parque estadual e, ao chegar lá, o parque estiver fechado.  Vamos ver parques com florestas de árvores centenárias, desertos, cânions, praias do Oceano Atlântico, Golfo do México e também do Oceano Pacifico”, explica o The Ride 115.

Essa aventura é, sem dúvida, fascinante, e um sonho de muitos motociclistas, homens e mulheres, mas para fazê-la com sucesso não basta conseguir a grana e ter determinação, é preciso um bom preparo físico, também. “Estamos fazendo uma preparação para a viagem sim, pois isso é fundamental. A academia que frequentamos fez um preparo especial para nós, voltado ao que iremos precisar estando tanto tempo em uma moto. Também estamos fazendo pilates com acompanhamento de um fisioterapeuta. O preparo físico tem que ser diário, para isso, tivemos que adequar nossas rotinas para poder fortalecer o corpo e executar os exercícios que os profissionais nos indicaram. Quanto ao lado emocional, a princípio, estamos lidando bem com isso, sabemos que não será fácil, mas será desafiador. Estamos contando com a ajuda dos amigos e familiares, que estão sempre conversando conosco, trocando ideias e nos apoiando a todo momento. No caso da Pimenta, o apoio do marido tem sido primordial, pois ele além de conversar e dar apoio a ela, também dá sugestões e dicas relacionadas às motocicletas”, explica Ana Sofia.

Comerciante, motociclista, harlista de longa data e muitas aventuras na estrada para contar, Antônio Pimenta é um super marido e incentivador da esposa Ana Pimenta no The Ride 115, dando dicas importantes de procedimentos na resolução de imprevistos ao longo da viagem que, de acordo com ele, mesmo sendo feito com motos novas surgem imprevistos, pois em muitas estradas terão surpresas para as Anas. Mesmo tomando cuidado, alguns problemas nas motos poderão surgir, especialmente pela variável qualidade das estradas. Mas, o que é realmente importante é relaxar na viagem, ir com entusiasmo e alegria, com boa vibe. “Uma aventura na estrada está sujeita a muitas surpresas, como a moto quebrar, pneu furado, entre outros, mas se você está com boas energias verá isso com tranquilidade e não como um caos na viagem. Motociclistas que amam rodar por aí sabem das alegrias da pilotagem e que outros esses momentos só serão divertidos quando eles fizerem parte da nossa história, é este o espírito! Quem sai para rodar de moto já pensando em tudo que poderá dar errado, certamente terá muitos problemas, estará tão focado nisso que nem curtirá direito a viagem, então seja positivo e entenda que imprevistos acontecem, isso é parte da aventura”, lembra Antônio Pimenta. Ele irá rodar com Ana Pimenta e Ana Sofia o trecho com pouco mais de 2000 km de Brasília (DF) a Belém (PA), talvez, a pior parte em termos de estradas de toda a viagem.

Burocracia

Lembrando que, para todas as viagens, todo motociclista deve considerar o seu preparo físico e técnico, fazer custos de aprimoramentos de pilotagem, tudo isso ajuda no sucesso nas aventuras sobre duas rodas. Elas lembram também que uma das partes mais complicadas para essa aventura é a parte burocrática. “A parte burocrática é a mais difícil disso tudo, pois tem inúmeros documentos que são exigidos para o trâmite de exportação temporária das motos, esse é o que ainda nos toma muito tempo”, lamenta o The Ride 115.

Durante os pernoites, as motociclistas terão o suporte de um dos seus patrocinadores. “Ficaremos em hotéis fornecidos por uma empresa que oferece a maior rede de intercâmbio de férias do mundo, além de produtos e serviços sem igual para melhorar a experiência de descanso. É um dos muitos motivos pelos quais escolhemos a RCI, além de ser líder no intercâmbio de férias. E levaremos tudo que precisarmos nas motos. Nada de bagagem extras nos EUA”.

Os modelos HD que as divas vão usar nessa viagem serão: Ultra Glide Limited, pela Ana Sofia, enquanto a Ana Pimenta irá com uma Street Glide. A escolha foi feita por sugestão da própria Harley-Davidson. As duas motos têm a mesma autonomia e conforto. E essas belas máquinas estarão super equipadas e com várias câmeras para registrar tudo por muitos ângulos. Até o momento os patrocinadores desta viagem são: Auto Star Harley-Davidson (concessionária de São Paulo), Harley-Davidson Brasil, RCI, GAB Transportes, AMCHAM Brasil, Di Roma Hotéis; Agencia Macro/Krush, além de vários outros apoiadores.

Encontro casual

A amizade de 20 anos entre essas moças com muita experiência em viagens e pilotagem de motos surgiu por conta da Harley-Davidson, que sempre inspira sonhos. E essas motociclistas têm persistência para realizá-los, como essa bela viagem para celebrar os 115 anos de liberdade de uma das marcas mais amadas no mundo do motociclismo. Só quem é louco por HD, só quem ama a Harley de verdade entende esse espírito, e essas duas motociclistas que utilizam muito tempo de suas vidas conhecem bem esse sentimento. “Somos amigas há mais de 20 anos e também parceiras de trabalho. Nos conhecemos na loja da Harley-Davidson, em São Paulo, quando eu (Ana Pimenta) trabalhava lá, na época, e a Ana Sofia foi comprar uma HD para dar de presente para a sua mãe. Eu sempre gostei de moto e um dia li uma reportagem no jornal sobre a Harley, seu estilo de vida e suas motos, daí me apaixonei! Guardei essa reportagem por anos. Depois, meu marido comprou uma HD antiga e isso foi tomando conta da minha vida cada vez mais, até trabalhar na concessionária, e hoje temos uma loja especializada na marca e uma agência de viagem de motos”, lembra Ana Pimenta.

“Na minha vida, a Harley-Davidson entrou definitivamente quando morei na Califórnia. Tinha uma loja que eu passava sempre na frente e ficava namorando as motos.  Havia alguns points muito maneiros, com vista pra o mar, onde os motociclistas se encontravam. Foi onde conheci o espírito biker”, conta Ana Sofia.

E, para quem desejar rodar um pouco nessa aventura com o The Rider115 aqui no Brasil, poderá fazê-lo no trecho de Ribeirão Preto (SP) até Caldas Novas (GO), onde haverá uma confraternização com amigos e familiares.

Para as garotas que desejam começar a planejar uma aventura com suas próprias motos, não se esqueçam: “os sonhos não determinam o lugar onde iremos chegar, mas produzem a força necessária para tirar-nos do lugar em que estamos”, frase de  Augusto Curry, lembrada  pelas The Rides 115. Portanto, força e garra sempre! Go get it, girls! Siga os sonhos!

Desejamos sucesso e muitas alegrias nesta aventura de sonhos!

 

Vale o clique:

https://www.facebook.com/EntusiastaAdventure/

https://www.facebook.com/theride115/?ref=br_rs

 

CONFIRA TAMBÉM OUTRAS REPORTAGENS DA CLÁUDIA TERRA NO SEU BLOG. PARA ACESSÁ-LO, CLIQUE NO LINK ABAIXO.

https://entusiastaadventure.blogspot.com/

 

OUTRAS MATÉRIAS DA CLÁUDIA:

https://motoadventure.com.br/conheca-o-uae-royal-riders-moto-grupo-sediado-nos-emirados-arabes-unidos/

https://motoadventure.com.br/arab-emirates-united-by-motorcycling/

https://motoadventure.com.br/worldwide-psychos-positivity-charity-and-respect/

https://motoadventure.com.br/conheca-o-real-bikers-moto-grupo-libanes/

https://motoadventure.com.br/cross-egypt-challenge-o-rally-dos-scooters-e-motos-do-egito/

MAIS DETALHES NA GALERIA DE FOTOS:

VEJA O VÍDEO A SEGUIR:

*Cláudia Terra é jornalista, motociclista e amante do universo Harley-Davidson. Para segui-la, acesse o blog:

http://entusiastaadventure.blogspot.com.br

https://www.facebook.com/EntusiastaAdventure/

#cmdterra 

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here