No artigo abaixo, enviado por um leitor de Moto Adventure, o aventureiro relata toda sua paixão pelo motociclismo e por viajar a bordo da uma máquina de duas rodas. Acompanhe!

POR DIVULGAÇÃO

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Sonho de muitos, coragem de poucos, privilégio de alguns! Um dia, quando eu ficar muito velho e não puder mais pilotar minha motocicleta, ela ficará na garagem de casa como um troféu das minhas lembranças. Conheci pessoas que me ensinaram algo e têm o mesmo espírito. Também conheci outros que me alegro de ter esquecido.

Já me molhei, já senti frio, já senti calor, já senti medo, já cai, já levantei, já me machuquei, mas também já sorri muito dentro de um capacete. Já falei mil vezes comigo mesmo, cantei e gritei de alegria como um louco, e sim, às vezes chorei. Já vi lugares maravilhosos e vivi experiências inesquecíveis. Muitas vezes fiz curvas que até o Valentino Rossi ficaria orgulhoso, em outras, fiz essas mesmas curvas aterrorizado.

Parei mil vezes para ver uma vista. Falei com desconhecidos, e esqueci de pessoas que vejo todos os dias. Saí com os colegas e voltei para casa com a paz no coração. Todas as vezes pensei que era perigoso, sabendo que o significado de coragem é avançar mesmo sentindo medo. Todas as vezes que subo em minha motocicleta penso no quanto é maravilhoso pegar a estrada com um destino traçado.

Parei de falar com quem não entende esse sentimento, eles simplesmente não entendem. Na estrada, aprendi através de gestos como se comunicar com outros motociclistas. Já passei por muitas coisas difíceis na vida, mas todas elas não valem um momento apenas em que estou a bordo de uma máquina de duas rodas viajando. É bem verdade: não é um meio de transporte confortável, não é um pedaço de ferro com rodas, e sim, a parte perdida dos meus sonhos e do meu espírito.

E há quem me diga: “Tem que vender essa moto, você tem que ser uma pessoa mais séria”. Eu não respondo, simplesmente balanço a cabeça e dou um sorriso. Para quem não entende o que é isso, nenhuma explicação seria suficiente. E para quem entende, nenhuma explicação é necessária!

Andar de moto…

Só entende quem anda!

Um salve a todos os meus amigos motociclistas que vivem essa “loucura”.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here