Criada há 3 anos, a classe vem mostrando o potencial de novos pilotos no rali cross country

POR REDAÇÃO
FOTOS: VINÍCIUS BRANCA/FOTOP/VIPCOMM

O Rally dos Sertões é um espaço democrático e preza pela abertura de espaço para todo tipo de competidor, ampliando a participação de pilotos nas mais diferentes categorias, proporcionando a experiência de rodar nos pisos mais exigentes. Entre estes exemplos está a categoria 230, criada para quem disputa o rali utilizando uma motocicleta Honda CRF 230 F. Há 3 anos, Júlio Zavatti, Honda Racing, domina a classe, que cresce em número de inscritos a cada edição.

O Rally dos Sertões 2018 será disputado entre Goiânia e Fortaleza, de 18 a 25 de agosto. Além das motos, a prova é aberta para carros, quadriciclos e UTVs e terá ao todo 3.607 quilômetros entre deslocamentos e trechos cronometrados. O roteiro passará pelos estados de Goiás, Bahia, Piauí e Ceará.

Zavatti, mais conhecido como “Bissinho”, destaca o custo mais baixo, a segurança e o desempenho da moto. “Já corri em moto de 450 cilindradas e depois tive a oportunidade de correr na 230. Era pegar ou largar: competir de 230 ou ficar em casa. Foi a maneira que encontrei de disputar o Sertões”, conta.

Acompanhe pelas redes sociais:

www.facebook.com/sertoesoficial

www.instagram.com/sertoesoficial

www.youtube.com/sertoesoficial

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here