Pais e filhos encaram juntos o Rally dos Sertões 25 anos

Rally dos Sertões
Rally dos Sertões

Família de aventureiros mostra que o prazer da pilotagem pode sim ser passada de pai para filho

Texto: Redação
Fotos: Ricardo Leizer/Vipcomm

 

Rally dos Sertões

Uma das condições básicas para disputar o Rally dos Sertões é a confiança mútua entre piloto e navegador. O bom entendimento da dupla facilita a tomada de decisões e influencia no resultado da equipe. Essa confiança é potencializada quando pai e filho competem juntos. Neste domingo (dia 13 de agosto), quando se comemora o Dia dos Pais, o tradicional encontro familiar serviu também como prévia para a competição, que terá largada dia 19, em Goiânia (GO), e chegada em Bonito (MS).

Pelo segundo ano consecutivo, Allan Enz estará ao lado do pai, Otávio Enz, na categoria regularidade do Rally dos Sertões. A parceria da dupla paranaense em provas de off-road, entretanto, vem desde 2007. “O bom é que dentro do carro eu falo e ele tem de obedecer”, brinca Allan. Afinal de contas, é o navegador quem determina como o piloto tem de andar. “Tem muita coisa que acontece no rali que a gente traz para a vida. Como enfrentar os problemas do dia a dia e não desistir diante de grandes obstáculos. E ter o pai ao lado é muito importante”, destaca Allan.

Rally dos Sertões
Rally dos Sertões

Estreantes no Rally dos Sertões, Fernando Soares da Silva e Luana Buscaroli da Silva, de São Paulo, vão disputar a categoria UTV. “Estar ao lado do meu pai é gratificante. É uma forma de estar com quem a gente gosta em uma atividade que nos dá prazer”, afirma Luana, que será a navegadora da equipe. “Temos de sobreviver a cada dia de prova”, planeja.

Outros pais e filhos estarão no Rally dos Sertões, porém em veículos separados. Reinaldo Varela, que disputará a prova pela 19ª vez, compete nos carros. Seus filhos Rodrigo, Gabriel e Bruno vão nos UTVs. Eles formam a ‘Família da Poeira’.

A família Teixeira, de Belo Horizonte (MG), também estará em peso no Rally dos Sertões. Por influência de Antonio, o pai, que disputa a prova desde 2002, os dois filhos também vão estar em ação. Lucas enfrentará a trilha da maior prova off-road do país pela segunda vez e a irmã, Maytê, fará sua estreia como navegadora de Antônio. “Ele estará ao lado dela para poder tomar conta. Meu pai sempre foi a minha maior referência e tê-lo por perto traz muita segurança”, afirma Lucas.

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos:

16 de agosto (quarta-feira)

Abertura Área de Box no Autódromo Internacional de Goiânia

17 de agosto (quinta-feira)

Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

18 de agosto (sexta-feira)

Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

19 de agosto (sábado)

Carreata pelo centro de Goiânia

Prólogo (tomada de tempo)

Distância: 6 quilômetros

Local: Cidade Alpha Goiás (o empreendimento Alphaville fica em uma área com 7,93 milhões de metros quadrados na região de Senador Canedo, próximo a Goiânia).

Corrida Insana de 5 quilômetros, com infláveis gigantes

(Autódromo Internacional de Goiânia)

Largada promocional no Autódromo de Goiânia

1ª Etapa – 20 de agosto (domingo)

Goiânia (GO) – Goianésia (GO)

DI (Deslocamento inicial) – 221,87 km

TE (Trecho especial cronometrado) – 306,82 km

DF (Deslocamento final) – 151,79 km

Total do dia: 680,48 km

2ª Etapa – 21 de agosto (segunda-feira)

Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

(Etapa Maratona – pilotos não podem contar com a ajuda de mecânicos e equipes)

DI – 78 km

TE – 248 km

DF – 0 km

Total do dia: 326 km

3ª Etapa – 22 de agosto (terça-feira)

Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

DI – 0 km

TE – 297,06km

DF – 9 km

Total do dia: 306,06 km

4ª Etapa – 23 de agosto (quarta-feira)

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

DI – 102,4 km

TE – 273,20 km

DF – 95,68 km

Total do dia: 471,28 km

5ª Etapa – 24 de agosto (quinta-feira)

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

DI – 13,85 km

TE – 438,86 km

DF – 213,30 km

Total do dia: 666,01 km

6ª Etapa – 25 de agosto (sexta-feira)

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

DI – 59,82 km

TE – 194,91 km

DF – 174,72 km

Total do dia: 429,45 km

7ª Etapa – 26 de agosto (sábado)

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

DI – 128,62 km

TE – 240,45 km

DF – 51,71 km

Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3.300,06 km

Total de trechos especiais cronometrados: 1.999,52 km

VEJA TAMBÉM: Viagem de moto para Rifaina (SP).

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA