Rally Baja Jalapão 500: Belo e Brutal!

Rally Baja Jalapão 500
Rally Baja Jalapão 500

O Jalapão (TO) é um lugar inesquecível para os que já passaram por lá e uma surpresa para aqueles que vão pela primeira vez. É um lugar lindo e inóspito, um roteiro perfeito para o Rally Cross Country

Texto: Doni Castilho
Fotos: Doni Castilho/DFotos/Luciano Santos/Gustavo Epifânio

A 3ª edição do Rally Baja Jalapão 500 foi exuberante e a mais desafiadora de todas. Com o total de 1.019 quilômetros de percurso, em dois dias de rali, sendo 634 quilômetros de especiais cronometradas ligando Palmas, a capital de Tocantins, a São Felix do Jalapão e retornando a Palmas no segundo dia. A prova mostrou por que é uma das preferidas do calendário do off-road nacional, e coroou as equipes mais constantes entre os 39 veículos que estiveram na disputa nos dias 3 e 4 de junho, nas categorias motos, quadriciclos e UTV’s, válido para as 5ª e 6ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country.

1º dia

Após percorrer 478 quilômetros, sendo 297 de trechos cronometrados, os destaques do dia entre as motos foram os pilotos Tunico Maciel (Honda), seguido de Ricardo Martins (Yamaha), Ramon Sacilotti (Kawasaki) e Jean Azevedo (Honda). Nos UTV’s, nas primeiras colocações estiveram Enrico Amarante e Álvaro Amarante, que venceram com a impressionante marca de nove minutos de vantagem sobre Denísio Nascimento e Idali Bosse e em terceiro, ficou a dupla Edinardo Filho e Lauro Sobreira, todos com veículo Can-Am.

Tunico Maciel conta como foi sua vitória entre as motos: “Imprimi um ritmo forte, consegui andar bem e superei todos os obstáculos da especial, que foi bem completa. Para o segundo dia, planejo começar bem novamente e buscar mais um pódio para a Honda”, disse o piloto.

Ricardo Martins saiu do sul do país para a etapa para enfrentar o calor e ar seco do Jalapão. “Estava chovendo na minha cidade, em Santa Catarina, fazia 15 dias e aqui esse calorão, mas vim preparado. Consegui enfrentar uma especial limpa, não tive erros. Agora é deixar tudo certo para amanhã”, comentou Martins, que ficou a menos de um minuto do primeiro colocado.

O roteiro desse primeiro dia contou com uma especial longa e percurso de quase 500 quilômetros, com terrenos bem diversificados, em trechos com muita areia, saltos, pontos de alta velocidade e outros bem travados.

Multicampeão de rali, o paulista Jean Azevedo aprovou a prova e elogiou o roteiro. “Tivemos trechos inéditos no Jalapão, com bastante areia, e foi bastante duro. Eu e a moto estamos bem e é isso que importa. Agora é só descansar para amanhã, que terá 300 quilômetros”, afirmou o paulista de São José dos Campos.

Rally Baja Jalapão 500
Rally Baja Jalapão 500

2º dia

No segundo dia, os competidores deixaram São Félix do Tocantins, entraram novamente no Parque Nacional do Jalapão e retornaram a Palmas, local de partida do certame no sábado. Uma especial difícil e longa, que exigiu resistência e técnica dos competidores para enfrentar as temíveis areias do Jalapão.

Ao fim dos dois dias de batalha, vitória para o piloto Ricardo Martins. A bordo da Yamaha YZ450, Martins venceu com o tempo total de 07h21m54s e é o bicampeão (2015/2017) da prova. “Trabalhamos para isso e foi uma grande conquista. A prova foi excelente e tudo ocorreu como previsto. Sabia que a resistência, tanto da moto como a física, faria a diferença”, comemorou Ricardo Martins, de Palhoça (SC).

O piloto Denísio Nascimento e o navegador Idali Bosse, com o Can-Am, foi o primeiro colocado entre os UTV’s. Ele concluiu com o tempo de 04h33m11s. “A prova foi incrível, o Henrique Arena e toda a equipe da organização fizeram uma prova ótima. Um bom treino para o Rally dos Sertões. Foi sensacional!”, elogiou o catarinense Denísio, de Brusque.

O estreante Leonardo Beleza esteve ao lado do experiente Rogério Almeida, representantes do Ceará, e conquistou a terceira posição na geral entre os UTV’s e primeiro na categoria Super Production. “É uma competição dura, mas muito show! A prova, muito técnica, foi um grande aprendizado. A experiência do navegador ajudou bastante!”, comentou o piloto Leonardo.

“É a primeira vez que estou correndo o Baja Jalapão 500, mas já conheço a região de passar por outras provas do Sertões e é sempre muito bom estar voltando ao velho e temido Jalapão. E nosso foco foi utilizar a prova como treino para o Sertões em agosto”, disse Rogério Almeida.

O Baja Jalapão 500 é uma realização de Arena Promoções e Eventos, tem patrocínio da Can-Am e Divino Fogão, apoio Hotel Girassol Plaza, Shopping Capim Dourado, Prefeitura Municipal de São Félix do Jalapão, Prefeitura Municipal de Palmas e Governo de Tocantins.

Resultado acumulado do Rally Baja Jalapão 500 (primeiros colocados):

Motos

1) 6 Ricardo Martins, Yz450, Yamaha, (1) SPD, 07h21min54

2) 2 Jean Azevedo, Honda, (2) SPD, 07h26min44

3) 3 Tunico Maciel, CRF 450x, Honda, (1) PDA, 07h34min41

4) 1 Gregório Caselani Azevedo, Honda, (3) SPD, 07h42min32

5) 14 Marco Antonio Pereira, (2)PDA, 08h05min35

UTV’s

1) 108 Denísio Nascimento/Idali Bosse, Can-Am, 7h56min02

2) 114 Edinardo Filho/ Lauro Sobreira, Can-Am X3, (3) UTV-PRT, 08h00min51

3) 109 Leonardo Beleza/ Rogerio Almeida, RZR turbo, (1) UTV-SPDA, 08h21min39

/4) 117 Edu Piano / Solon Mendes, (3)UTV-PRT, 8h26min11

5) 111 Matheus Sales/ Gabriel Dall Agnol, (2)UTV-SPDA, 8h26min39

VEJA TAMBÉM: Passeio para UTVs e quadris destaca a região serrana de Macaé (RJ).

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA