Viagem de moto por Sorocaba (SP): Vibe rural

Roteiro pela região de Sorocaba (SP) tem trecho aventureiro entre Votorantim (SP) e o bairro rural de Inhaiba: são 150 km a partir da capital paulista, com 40 km de trajeto off road

Texto: Celso Renato A. da Silva
Fotos: Agnaldo Taraborelli e Emanuel Mikio

Sorocaba

Sorocaba, localizada na região sudoeste do Estado de São Paulo, a 90 km da capital, é uma das maiores cidades paulistas. A região tem como característica um equilíbrio entre as zonas urbana e rural e um alto índice de qualidade de vida. Bom, mas o que isto tem a ver conosco, apaixonados pelo motociclismo fora de estrada? Muito, pois, além de todas essas qualidades, a região é rica em trilhas de todos os níveis e diversidade de piso, ou seja, quase um paraíso para os aventureiros. Como se já não fosse o suficiente, os trilheiros da região ainda são muito hospitaleiros e dispostos a guiar os visitantes, sempre respeitando o nível de pilotagem de cada um.

Estrada do Carafá

O roteiro

Para chegar ao início da nossa aventura, em Votorantim, pegue a Rodovia Raposo Tavares (SP-270), que liga São Paulo a Mato Grosso do Sul. Pegue a saída 98, em direção a Sorocaba/Votorantim, e siga pela marginal até a saída à direita. Prossiga em direção ao centro de Votorantim e, estando no centro, siga as placas e vire à direita na Rua João Valter (placas para B. Chave/B. Barra Funda/Represa/Vossoroca/Jardim Clarice/Mirante dos OVNIs/Hospital Municipal).

Cruze a ponte sobre o Rio Sorocaba e vire à direita na Avenida Carlos Mariano da Silva. Siga em direção ao cemitério e, na sequência, continue para a Estrada Vicinal da Represa de Itupararanga. Logo após o cemitério oriente-se pelo hodômetro e, aproximadamente em 8 km, saia à esquerda na diagonal de terra (começo do trecho aventureiro) e continue pela Estrada do Carafá por aproximadamente 9 km. No entroncamento siga à esquerda pela Estrada Pedro Monari. Na bifurcação, siga à direita pela Estrada do Sol. A partir deste ponto, o nível de dificuldade aumenta. Nesse trecho, existem diversas variantes do percurso e entradas de trilhas.

Tenha atenção para não entrar em “roubada”. O ideal é fazer este roteiro com guia, e caso chova, como aconteceu com o nosso grupo, a aventura fica mais radical, exigindo que os integrantes do passeio trabalhem juntos para superar alguns perrengues. No final deste trecho chega-se à linha do trem no Bairro do Inhaiba, em Sorocaba. Cruze a linha e aproveite para fazer uma parada para descanso e lanche no Pesqueiro Mata Virgem.

Estrada do Sol

História da cidade

O bairro rural de Inhaiba tem acesso por uma estrada de terra com cerca de 4 km de extensão, localizada na margem direita da rodovia Raposo Tavares, sentido Capital. Talvez seja por isso que pouca gente saiba que o local guarda um pouco da história de Sorocaba e ainda preserva muitas riquezas naturais, tanto na flora como na fauna. Com aproximadamente 800 habitantes, o bairro não possui nenhuma rua asfaltada e, até hoje, depende do bairro Brigadeiro Tobias, ex-distrito de Sorocaba.

De acordo com historiadores, os primeiros moradores que deram origem ao bairro, batizado por eles de Inhayba (palavra da língua tupi-guarani que significa campo ruim), chegaram ao local no final do século 19, por causa da ferrovia. Os mais antigos contam que o arquiteto Ramos de Azevedo foi proprietário de muitas terras naquela região e que foi ele quem conseguiu a instalação de uma pequena estação de trem em Inhaiba, graças à sua influência política. A estação foi demolida e, atualmente, resta apenas a placa.

Anos depois, grande parte das terras foi adquirida pela família Ermírio de Moraes, que até hoje mantém uma plantação de eucaliptos no bairro. Inhaiba, inclusive, abrigou uma vila operária para os funcionários da Fábrica Santa Helena. Em tempos atuais, dá para ver apenas as ruínas.

Tudo isso no meio da natureza, com árvores, lagos e até cachoeira. Ainda é possível encontrar animais como tatus, veados e diversas espécies de aves. O ponto de partida de trilheiros e aventureiros é o Pesqueiro Mata Virgem, local agradável com estacionamento, banheiros e restaurante. A 100 metros do pesqueiro existe acesso às trilhas no meio do eucaliptal.

Pesqueiro Mata Virgem

Trecho final aventureiro

Saindo do pesqueiro, cruze novamente a linha do trem e siga pela Estrada das Laranjeiras, que leva até a portaria principal da Fazenda Santa Maria (do Grupo Votorantim). Essa estradinha, inicialmente bem pedregosa, margeia a fazenda e possui muitas saídas para as trilhas. Tenha bastante atenção, pois o fluxo de trilheiros nos finais de semana é bastante grande. Ao final da estrada de terra, em Brigadeiro Tobias, tem início o asfalto, e para retornar para São Paulo, basta seguir as placas.

Estrada das Laranjeiras

Companheira de viagem

Para essa aventura, a Kawasaki do Brasil cedeu a novíssima Versys-X 300 TR. A moto surpreendeu positivamente, pois o grupo que me acompanhou era bem eclético, formado por uma BMW GS 1200 Adventure, uma BMW GS Rallye, uma BMW F 800 GS, uma Honda NC 700 e uma Suzuki DR 650. Nas rodovias pavimentadas, o ritmo da Versys foi coisa de gente grande, já que em momento algum comprometeu o ritmo de suas grandes companheiras. Nos trechos aventureiros ela se destacou mesmo em piso molhado, devido a sua leveza e maleabilidade. Os pneus também foram um grande destaque, pois nos trechos com barro ou nas subidas lisas eles garantiram controle total. Contei com a excelente companhia dos aventureiros Agnaldo, Eduardo, Emanuel, Tiago e Ronaldo.

Onde comer

Pesqueiro Mata Virgem. Rua Virgilio Machado nº 100 – Bairro Inhaiba – Sorocaba (SP). Tel: (15) 3236-6123.

Serviço:

Aventur: (11) 99296 4677. Fale com Celsinho, que organiza trips on e off road pelo Brasil. www.aventur.tur.br

Apoio

Kawasaki – Alpinestars – Bell

VEJA TAMBÉM: Viagem de moto por Paranapiacaba (SP): Fog londrino.

 

DEIXE UMA RESPOSTA