Business: Futuro promissor para Triumph no Brasil

Triumph

Diretor da Triumph no Brasil acredita no crescimento da marca no País e revela otimismo com o cenário econômico

Texto: Guilherme Derrico
Fotos: Divulgação/Triumph

 

Triumph

Em tempos de crise, o mercado das motos também tem que se reinventar e criar estratégias para enfrentar as dificuldades. É o caso da Triumph Motorcycle Brazil, que concedeu uma entrevista exclusiva à Revista Moto Adventure e revelou detalhes das ações efetuadas pela marca inglesa. “A Triumph fez um planejamento muito cuidadoso desde a sua chegada ao mercado Brasileiro e vem mantendo sua estratégia, apesar do cenário econômico desfavorável. Desde o ano passado, por exemplo, renovamos completamente nossa família de motocicletas clássicas com a introdução de sete novos modelos (Street Twin, Street Cup, Street Scrambler, Bonneville T120, Bonneville T120 Black, Thruxton R e Bonneville Bobber). Ao mesmo tempo, também trouxemos três novos modelos da nova Tiger Explorer e ainda renovamos a Speed Triple e a Tiger Sport”, diz Waldyr Ferreira, Diretor Geral da Triumph Motorcycle Brazil.

Para Ferreira, a Triumph projeta o mercado brasileiro em longo prazo. “Mesmo num cenário de crise, representamos o quinto maior mercado para a marca no mundo e temos a terceira maior participação dentre os países em que atuamos. Portanto, podemos reafirmar ao consumidor brasileiro que a Triumph já é uma realidade no país, após mais de 18.000 unidades comercializadas nestes quatro anos e meio de operação”.

As perspectivas da marca inglesa para o restante do ano são positivas. “Nossa expectativa é repetir o bom resultado obtido em 2016, com a comercialização de, aproximadamente, 4.000 motos no País. É um desempenho muito positivo à medida que você considera o cenário geral do segmento de motos acima de 500 cc no mercado nacional, cujas vendas, até agora, já caíram cerca de 16% em relação ao mesmo período do ano passado. E note que a Triumph apresenta crescimento real de volume e aumento do Market share mesmo em tempos de queda de mercado”, afirma Ferreira.

Triumph

Novidades em pauta

A partir de agosto, a Triumph vai iniciar as vendas de outro modelo de extrema importância para a marca: a nova Street Triple, que foi completamente reformulada e chegará com dois modelos às concessionárias brasileiras. “Neste ano, também vamos participar do nosso terceiro Salão Duas Rodas no Brasil e esperamos que seja nossa melhor participação no sentido de receber muito bem nosso público e também com a exposição em primeira mão de novidades para nossos clientes e amantes do motociclismo”, conta o diretor.

De acordo com Valdyr Ferreira, as ações programadas pela Triumph vão além do Salão Duas Rodas. “Além do Salão, temos utilizado cada vez mais nossa plataforma Triumph Riding Experience (TRX) para proporcionar um relacionamento mais próximo entre a marca e nosso público-alvo. Uma das medidas que pretendemos incrementar nos próximos meses é criar novas iniciativas com nossas motocicletas clássicas, como fazemos desde o início com os modelos adventure (Tiger 800 e Tiger Explorer). Também estamos iniciando no segundo semestre, com o TRX, diversas viagens internacionais com nossas motos para destinos que ainda não haviam sido visitados por este programa. A grande novidade é a abertura de roteiros nos Estados Unidos e na África do Sul, além da expansão dos destinos na Europa, como o tour ‘Adriático Experience’ (que em junho levou dois grupos que cruzaram diversos países, como a Croácia e a Alemanha, por exemplo), e na América do Sul, com destaque para o Atacama e a Patagônia”.

VEJA TAMBÉM: Pilotando pelo Leste Europeu com a Triumph Tiger 1050 – Parte 1.

Um pouco de cautela

Sobre a rede de concessionários, as expectativas são mais cautelosas. “Atualmente, temos 15 concessionárias em operação no País. Com o cenário econômico de hoje, acreditamos que não é o momento de ampliar muito o tamanho desta rede, que tem feito um belo trabalho. Estamos avaliando mais uma ou duas novas concessionárias até dezembro, em praças estratégicas para a marca e ainda não atendidas – como Salvador, Fortaleza e Vitória, por exemplo. Este tipo de movimento visa proporcionar uma maior comodidade aos nossos clientes no momento da manutenção de suas motocicletas Triumph, além, é claro, de permitir levarmos a nossa marca para regiões geográficas que ainda não tiveram acesso mais próximo aos nossos produtos”, revela Ferreira.

O pós-vendas recebe um carinho especial da marca inglesa. “Uma iniciativa lançada neste ano e que será ampliada nos próximos meses é a ação ‘Triumph Service’, um evento que ocorre num sábado em nossa rede de concessionárias. O objetivo da iniciativa é proporcionar ao cliente da marca a oportunidade de cuidar da sua segurança e da sua motocicleta, gastando menos. Assim, o dia é dedicado a ações promocionais em peças, acessórios e serviços, além de muito entretenimento e informações importantes de segurança com especialistas”.

O diretor comenta que, ao chegar ao evento, o cliente é abordado pela equipe técnica da revenda, que fará um check-up completo gratuito em sua motocicleta, e ainda realizará alguns pequenos serviços, como troca de lâmpada e lubrificação da corrente sem custo. “Ao final, o cliente receberá a avaliação feita pelos técnicos e saberá se algum item precisa de reparo ou substituição. Todos os reparos ou peças vendidas neste dia terão descontos especiais. Além disso, nossa Área de pós-vendas continua investindo na formação dos profissionais de nossa rede, visando aumentar cada vez mais a satisfação de nossos clientes com nossos produtos e serviços, aumentando o seu grau de fidelização”.

Triumph

Acessórios descolados

A marca inglesa pretende investir na linha de acessórios esse ano. “Temos continuamente ampliado nossa linha de roupas, objetos pessoais e acessórios para motos no mercado brasileiro. Hoje em dia, cada nova moto que chega ao Brasil já é lançada com uma ampla variedade de novos acessórios desde o primeiro instante. A linha de clássicas, por exemplo, oferece ao público uma quantidade incrível de opções para personalizar sua motocicleta dentro das nossas próprias concessionárias”, pondera Ferreira.

Sobre o posicionamento no ranking mundial, o diretor da Triumph Brasil mostra o cenário atual. “Hoje, a subsidiária brasileira da Triumph está em quinto lugar no ranking mundial de volumes da marca, perdendo somente para Inglaterra, Estados Unidos, Alemanha e França – e à frente de mercados importantes, como o italiano, espanhol e tailandês, por exemplo. Para ele, o melhor mercado para a marca ainda é o EUA. “Do ponto de vista de volume, sim, o mercado americano hoje proporciona à Triumph um volume superior a 12.000 unidades anuais. Mas, do ponto de vista de Market Share, o Reino Unido entrega hoje uma participação superior a 17%”.

Como todo bom Brasileiro, Valdyr Ferreira é otimista em relação ao futuro. “Creio que estamos atravessando este difícil, mas necessário momento para que o país amadureça e efetue as reformas necessárias, aumentando a nossa competitividade para que as empresas estrangeiras e os empresários brasileiros estejam cada vez mais propensos a aumentar os níveis de investimento e, assim, iniciarmos um novo ciclo, desta vez de crescimento e com os alicerces necessários já construídos para que ele ocorra de forma gradativa e consistente”, finaliza.

VEJA TAMBÉM: Depoimento do Repórter: Triumph Bobber – Força que traz felicidade.

DEIXE UMA RESPOSTA